História do Paraquedismo

Alguns documentos históricos retratam que os chineses foram os primeiros a conceberem a idéia do paraquedas. A primeira tentativa foi a construção de um tipo de guarda-chuva que usavam para pular de torres e penhascos. Em 852 a.c. em Córdoba, Espanha, um mulçumano chamado Armen Firman, construiu asas para planar, pulando de uma torre. Armen pousou com pequenos ferimentos, graças a sustentação de sua asa.

Logo após em 875 a.c. Ibn Firnas, desenhou e construiu um glider capaz de levar um homem. Para celebrar, convidou a população de Córdoba para vê-lo voar. Firnas teve um ótimo vôo, numa distância de mais ou menos dois campos de futebol, entretanto sua aterrissagem foi desastrosa, deixando-o com um problema na coluna que o impediu de continuar seus testes.

No século XV, temos o famoso Leonardo da Vinci, que estudou o vôo dos pássaros e tirou conclusões básicas sobre a aerodinâmica, além de ter construído diversas máquinas voadoras, sem portanto testa-lás. É considerado por muitos o pai do paraquedas, qual inventou com o intuito de resgatar pessoas presas em prédios em chamas.

Em 1616 outro italiano Fausto de Veranzio publicou um livro chamado “Machinae Novae” no qual aparece um homem pulando de uma torre, com um paraquedas quadrado, preso ao tronco do homem por quatro linhas. Esse desenho é muito similar aos paraquedas atuais usados no esporte. Em 1779 o físico francês Sebastian Le Normand estudou o paraquedas usando animais. Devido aos seus estudos ele é considerado o primeiro construtor sistemático do paraquedas.
Foi em 1785 que o balonista francês Jean Pierre Blanchard desenhou e construiu o primeiro paraquedas de seda qual também podia ser dobrado e guardado dentro de uma bolsa. Antes todos os paraquedas tinham uma armação rígida. Em 1793 ele fez um salto de emergência de um balão e quebrou as duas pernas.
O nome que mais aparece como o primeiro homem a saltar com um paraquedas é Andrew Jacques Garnerin. Data de 27 de outubro de 1797, o primeiro salto de exibição feito de um balão. Ou seja, o Base Jump começou bem antes que o paraquedismo. Sua esposa, Genevieve Labrosse foi a primeira mulher a saltar em 1798. Sua sobrinha Elisa saltou umas 40 vezes entre 1815 e 1836.
Quanto ao salto de paraquedas de um avião existem contradições. Alguns dizem que foi Grant Morton e outros o Capitão do Exército Americano Albert Berry em primeiro de março de 1912.

Em 16 de agosto de 1960, o capitão da força aérea americana Joseph Kittinger saltou de um balão sobre o Novo México de uma altura de mais ou menos 102.800 pés (30.840 mts) , alcançando a velocidade terminal aos 90.000 pés a mais ou menos 1000 km/h, quase a velocidade supersônica. Sua queda livre durou quatro minutos e meio.
 






CRIO DIGITAL Cappuccino Digital